17.3.10

Almoço (3)


Dia: Quarta-feira.

Local: "Suíte" de refeições do presidente, sexto andar. Ambiente em madeira de carvalho clara. Prataria. Belos quadros - um pequeno Sutherland, perfeito, um Alan Reynolds, dois Craxtons.

Presentes: Eu, sir Torquil, Gerald Vere, Barry Freeman, Blake Ginsberg (o novo médico), algum alto executivo da área financeira (apresentado apenas com um "você conhece o Lucy") - não deve ser o primeiro nome dele, certo? Pinta de estrangeiro).

Menu: Terrine de legumes, costeleta de cordeiro com batatas, framboesas com crème fraiche. Stilton.

Bebidas: Meu frasco de uísque no banheiro de baixo, depois Vodkatini (podia estar mais gelado), um Chablis bastante correto, seguido de um Domaine de Chevalier safra de 1978 (sensacional). Vinho do Porto (Taylor's, sem data).

Conta: Um preço alto demais a pagar.

Extras: Ao menos pude ver o Sutherland.

Comentários: Com exceção da terrine de legumes (sempre uma absoluta perda de tempo), bufê de alto nível para um ambiente de trabalho. Apreciável. O cordeiro no ponto certo. Vinho soberbo. Tiveram a elegância de esperar pelo queijo. O homem condenado teve uma farta refeição. Porcos desalmados filhos-da-puta.


(cont.)

William Boyd

-