22.11.08



não é por ser meu filho, não
mas Aderaldo é burro
acho que emburreceu
no dia em que aceitei
ser madrinha de um elefante
- mãe minha não batiza elefante
fez uns olhinhos de
queijinhos chorosos
e desdaí só abre a boca
para traçar nacos de
minhas goiabadas Thereza Quintella
hoje pede carinho aos cães
eu não me meto porque
não se deve acender fósforos em Cabul
e porque obras de gênio demoram
mas também apodrecem
o pai dele diz que a culpa é minha
por ser vegetariana
e o vegetarianismo
como toda gente sabe
encolhe o cérebro
acho que o pai dele
também é burro
bem faz o Rubens
que não tem TV em casa
tá bom o chá, minha filha?

--