24.6.08




gosto de dias frios. muito frios. muito frios mesmo. porque assim me poupam de ver da gente feia mais do que eu suportaria. os bonitos eu dispenso. gosto de mim no espelho frio. muito frio. muito frio mesmo. porque não sou feia nem bonita. não sou gente. gente é palavra feia. mas nara leão é um bonito nome. mais do que eu suportaria. alguém se chamou um dia nara leão. eu também tenho um nome. pequeno. poucas letras. gosto de nomes de poucas letras. assim falo pouco. o que posso suportar. escrever é bonito. o que se escreve é feio. eu escrevo feio. se eu tivesse amigos, eles diriam que eu escrevo bonito. a amizade é bonita. os amigos são feios quando dizem que eu escrevo bonito. gosto de amigos frios. muito frios. muito frios mesmo. mais do que eu poderia suportar. se eu me chamasse nara leão, talvez pudesse suportar a gente feia, a gente bonita, as palavras cumpridas, o que escrevo, os amigos, nara leão. só que eu não me chamo nara leão. ninguém se chama nara leão. nara leão morreu. a morte não é feia nem bonita. é morte. espelho vazio muito frio. muito frio mesmo. mais do que você suportaria. ainda bem que eu não sou você. eu não suportaria. você é feio. mas eu digo que você é bonito porque sou sua amiga e vejo você bonito. mais do que você suportaria. você acharia que é amor. e o amor não é feio, é um bonito que eu dispenso. não sou gente. gente é nara leão.


--