29.6.06

histórias de guerra para boi dormir





"Era uma vez dois sapos. O Sapo Otimista e o Sapo Pessimista. Certa noite os dois sapos saíram pulando e pulando na floresta atraídos pelo cheiro de leite fresco que vinha de uma casa. Ao avistarem a casa, eles pularam pela janela de onde vinha o irresistível aroma e caíram direto dentro de um latão de leite. Para a infelicidade deles, as laterais do latão eram íngremes e escorregadias demais e o Sapo Pessimista logo desistiu e afundou. Já o Sapo Otimista ganhou coragem e começou a nadar e a se debater no leite, esperando sair dali de algum jeito. Ele não sabia como, mas não iria desistir sem lutar. Não se entregaria. E assim o Sapo Otimista se agitou e se debateu por toda a noite e, na manhã seguinte, ah, que alegria, ele estava flutuando em uma rodela de manteiga!... Eu sou o Sapo Otimista!"



-- fábula que o primeiro-ministro britânico Winston Churchill deu como resposta a um embaixador sueco que lhe perguntou como a Inglaterra enfrentaria o maciço bombardeio dos alemães lá pelos idos de 1941.



----