29.1.06

Odysseas Elytis




Pequeno mar verde, menina de treze anos
Gostaria de te adotar
E te mandar para uma escola da Jônia
Aprender absinto e tangerina
Pequeno mar verde, menina de treze anos
Para que no farol do meio-dia
Tu faças girar o sol
Ouvir o som do destino
E compreender como de colina em colina
Conspiraram outrora nossos ancestrais
Face ao vento como estátuas
Pequeno mar verde, menina de treze anos
E que com tuas fitas, tua gola branca
Entres em Esmirna pela janela
Para copiar nos tetos os reflexos
Das Doxa soi e Kyrie eleison
E que o vento do norte e o vento do leste
Onda após onda te tragam de volta
Pequeno mar verde, menina de treze anos
Para que eu, fora-da-lei, durma abraçado a ti
E encontre no aconchego de teus braços
Pedras esfareladas as palavras dos deuses
Pedras esfareladas os fragmentos de Heráclito.



Odysseas Elytis

----