8.5.05

É como eu digo: os amigos são o mais extraordinário grupo de pressão que existe. Não houve como escapar do gentil desafio de Aly para que eu respondesse a esta "corrente literária". E vamos nós.


1) Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quererias ser?

Crônica da casa assassinada, de Lúcio Cardoso, entre outros.

2) Já alguma vez ficaste apanhadinho por um personagem de ficção?

Por vários. Mas só me lembro aqui dos que foram para mim como que um divisor de águas: na adolescência o Caufield do Apanhador no campo de centeio, do Salinger, e o Gregor Samsa de Metamorfose, do Kafka. Depois Orlando, da Virginia Woolf, Meursault do Estrangeiro, de Camus, Paulo Honório de São Bernardo, do Graciliano, e Patrick Bateman do Psicopata americano, de Bret Easton Ellis. Nada muito diferente, como se vê. Isso sem falar nos personagens que foram eles mesmos Clarice Lispector, Bukowski, Kerouac, Hilda Hilst e... devo estar me esquecendo de muitos, inclusive daquele sujeito, o Dostoievski, que me paralisa. (Na poesia, minha área de interesse e especialização, a lista seria interminável.)

3) Qual foi o último livro que compraste?

Uma antologia de contos russos clássicos e a obra completa de Cruz e Sousa.

4) Qual o último livro que leste?

A trabalho: I am Charlotte Simmons, do Tom Wolfe, e The Devil in the White City, do Erik Larson.

5) Que livro estás a ler?

A trabalho: Rubicon, do Tom Holland. Na cabeceira, Verdadeiros animais ("Animal Crackers"), da Hannah Tinti, e com muitas idas e vindas: Tiros na noite, do Hammett, Os diários de Sylvia Plath, contos do Scott Fitzgerald, e poesia vária, mais filosofia, psicanálise e mitologia grega, que não cabe esmiuçar aqui.

6) Que livro levaria para uma ilha deserta?

Ah, fala sério... isso não existe, mas vá lá: a obra completa de Shakespeare, sem dúvida.

7) A quem vais passar este testemunho ( 3 pessoas) e por quê?

Difícil escolher, mas me vieram à cabeça Rodrigo Gurgel, Inagaki e Bruna Beber, por afinidades literárias e porque quero saber o que eles andam aprontando.


---------------