4.1.05

Ao Sr. Almocreve



O almocreve brasileiro Virgolino Ferreira da Silva, também chamado por estas bandas de Lampião, rei do cangaço, vem por meio desta agradecer ao distinto colega português Almocreve das Petas por ter incluído esse tal de Prosa Caótica em seu notável rol de melhores blogs estrangeiros de 2004. Brigadim, num sabe? Aproveito a viage pra lhe enviar com muito gosto um retrato dele com Maria Bonita e seus bichos de estimação num momento de descanso da lida.

O que o povo não sabe é que antes de matar à vontade um bando de cabra safado e outros aquilo que não era gente, comendo a língua deles crua com cachaça, Virgolino trabalhou como almocreve lá pelas quebradas do Recife a Rio Branco. Leitor vaidoso de jornais, onde só procurava notícias suas, aqui ele aparece folheando o periódico sertanejo O Amigo do Matuto, pelo que se vê está conferindo o "caderno feminino". Apesar da crença generalizada de que ler muito debilita a pessoa, seu escritor favorito era Edgar Wallace.

Me despeço deixando pra vosmicês tudo uns versinho popular:

Eu não sei como se viva
Num mundo tão enganoso:
Se comer pouco, é mesquinho,
Se comer muito, é guloso;
Se andar lorde, é vadio,
Se andar sujo, é preguiçoso;
Se apanhar, é mofino,
Se matar, é criminoso...