20.9.04



Deixo para trás todas as roupas
Que usei quando estive contigo
Levo só minhas botas e o casaco de couro
Enquanto me despeço dos braços de Ruby.
Mesmo que o coração aperte
Tenho de me esgueirar pelas persianas
Porque logo irás acordar.

A luz da manhã lavou teu rosto
E agora o azul vai cobrindo tudo
Abraça teu travesseiro
Que agora já não posso fazer nada
Enquanto me despeço dos braços de Ruby.
Encontrarás outro soldado
E juro por Deus que pelo Natal
Terás outro alguém para te abraçar.

Do desalinho de tuas roupas
Levo só um lenço
Vou fugindo rente à tua cômoda
E aos teus sinos de vento quebrados
Enquanto me despeço
Enquanto digo adeus aos braços de Ruby.
Descerei pelo corredor escuro
E, rompendo a manhã, verei que os vagabundos da estação
Mantiveram as fogueiras acesas
Meu Deus, como chove
E não há um trem...
Não beijarei mais teus lábios
Nem partirei o teu coração
Enquanto me despeço
Enquanto digo adeus aos braços de Ruby.


Tom Waits

imagem: Marinko Matura