6.6.04

Meu senhor

Os pés são tudo. Os pés são o amor. Os pés precisam ser burilados. Por isso amarro os meus diariamente para que fiquem como o "lótus dourado". Para que não chamem atenção num viveiro de amoreiras. Pés de oito centímetros para que caibam docemente na palma de sua mão. Pés para o meu Marquês do Pombal. O meu fidalgo. O meu amo. (Traga as botas de hipismo neste sábado depois da ceia. Deixo a porta dos fundos encostada. Mamãe viajou.)

Tua pastora Urselina