27.3.04

"Sou escritor. Quer publicar meu livro?"





É o que dizia o verso da camiseta com que andou circulando por aí o Francisco Slade, ou mais conhecido na blogsfera como Maldito Vegeta. A editora 7Letras atendeu ao apelo e Francisco está lançando enfim o seu primeiro romance, Domingo. Francisco pagou parte da tiragem mas se vender bem, ainda sai no lucro. E nós também por lê-lo. Quer dar uma força? Escreva para domingo_livro@hotmail.com Quer uma canja do rapaz? Aí vai:


O MAMUTE

Eu não posso sequer tocá-lo. Só tenho duas mãos, pequenas e ridículas se comparadas a qualquer parte do animal. Mesmo que eu o tocasse, ele não sentiria. É uma questão de patamar. Proporção. E eu preciso dele, de sua pele pra me aquecer, a gordura pra queimar, carne pra fome. E a presa pra alimentar o demônio da minha vaidade. Mas se nem tocar, como caçá-lo? Só existimos ele e eu, nesse deserto branco onde não se divisa céu e terra, dia e noite, vida e morte. A pessoa e o nada. Nenhum subterfúgio que me auxilie o pensamento. Dependo só do meu corpo: duas mãos e nada o que socar, pernas sem o que perseguir. Dedos que não podem esganar.
Só eu e o mamute. Ele não precisa de mim. Não, resposta nenhuma que procurar, muito menos em mim.
Só eu e o mamute. A resposta de tudo. E nada que eu possa fazer.