19.7.03

(Mulher
o que você quer mesmo de mim?
estou de joelhos a teu lado
esperando manhãs
veja estas bandeiras
versos do espaço
encruzilhada de cores
só pra te ver
esmolo dias
de deuses esquecidos
meus avós são cacos de portas
onde escrevo teu nome
como num sonho de noivas.)