19.12.02

dizem que aquele que escrevesse com uma das penas do urutau conseguiria realizar todos os seus desejos. o urutau é uma ave noturna cujo canto carrega a dor da alma penada dos enforcados. perto do natal gosto de saber dessas coisas. gosto de saber que no Egito antigo as taberneiras que malhassem o vinho com água eram condenadas à morte por afogamento. e que Maomé condenava o vício do álcool mas tomava vinho de tâmaras e o apóstolo Paulo aconselhava seus discípulos a beber mais vinho e menos água para evitar acessos de enfermidade. já na Grécia antiga o vinho quase sempre era diluído com água do mar para conferir maior acidez à bebida. na verdade gosto de saber dessas coisas em qualquer época do ano. elas evisceram meus pensamentos e aliviam minha dor de cabeça constante. ou seria o contrário?